>Frases antológicas: Ariano Suassuna

>

Ariano Suassuna é um dos mais importantes dramaturgos brasileiros, autor dos célebres “Auto da Compadecida” e “A Pedra do Reino”. É também romancista, poeta, filósofo e advogado.
Defensor militante da cultura brasileira, Ariano foi o idealizador do Movimento Armorial, que tem como objetivo criar uma arte erudita a partir de elementos da cultura popular do Nordeste. Tal movimento procura orientar para esse fim todas as formas de expressões artísticas: música, dança, literatura, artes plásticas, teatro, cinema, arquitetura, entre outras expressões.

Frases de Suassuna:

“A humanidade se divide em dois grupos, os que concordam comigo e os equivocados.”

“Sou a favor da internacionalização da cultura, mas não acabando as peculiaridades locais e nacionais”.

“Arte pra mim não é produto de mercado. Podem me chamar de romântico. Arte pra mim é missão, vocação e festa”.

“Jamais falei mal de Molière, mas querer que eu aceite Elvis Presley já é demais”.

“A massificação procura baixar a qualidade artística para a altura do gosto médio. Em arte, o gosto médio é mais prejudicial do que o mau gosto… Nunca vi um gênio com gosto médio.”

“… que é muito difícil você vencer a injustiça secular, que dilacera o Brasil em dois países distintos: o país dos privilegiados e o país dos despossuídos.”

“Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas”

“O otimista é um tolo. O pessimista, um chato. Bom mesmo é ser um realista esperançoso.”

“Eu digo sempre que das três virtudes teologais , sou fraco na fé e fraco na qualidade, só me resta a esperança.”

“Depois que eu vi num hotel em São Paulo um show de rock pela televisão, nunca mais eu critiquei os cantores medíocres brasileiros. Qualquer porcaria como a Banda Calypso ainda é melhor que qualquer banda de rock.”

“Não tenho medo de andar de avião como muitos dizem. O que eu tenho é tédio. Não agüento mais olhar aquelas aeromoças fazendo um teatro mímico para mostrar aos passageiros como usar às máscaras de oxigênio em caso de despressurização, e a porta de emergência.”

“Em vez de porta-aviões, os americanos hoje mandam Michael Jackson e Madonna para dominar o Brasil.”

“Na pré-história, os cavalos comiam só mato e os homens começaram a comer carne. A evolução trouxe a raça humana até aqui e os cavalos continuam sendo vegetarianos até hoje. É por isso que nunca parei de comer carne.”

“Em redor do buraco tudo é beira!”* frase lembrada pelo Gudim, e que acabou servindo de mote para o “funk do Suassuna”, disponível no youtube.

Anúncios

Publicado em abril 23, 2009, em Ariano Suassuna, frases. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. >Esse cara é o cara. O nosso Dom quixote da cultura brasileira popular

  2. >Tem outra frase dele que é foda tb:”Em redor do buraco tudo é beira!”Só não pago pau pra ele por que ele fala muita coisa absurda tambem:”Qualquer porcaria como a Banda Calypso ainda é melhor que qualquer banda de rock”.Impressionante, cara inteligente desse generalizar uma coisa dessa.

  3. >Não nego sua contribuição para a difusão da cultura popular brasileira e nem mesmo sua genialidade, o problema é q vez por outra ele é extremamente efusivo,radical com determinadas questões, e radicalismo é cegueiraAbç!

  4. >Olá… gostei muito e tomei a liberdade de postar no nosso blog… (citando a fonte, é claro!)http://violadebolso.blogspot.com

  5. >Galera, visitem o nosso blog também, estamos trabalhando com obras do Ariano Suassuna! http://alemdacenaciadeteatro.vai.la/Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: